Preservação da Fertilidade

Preservação
de Fertilidade

Agende uma consulta

O que é Preservação
da Fertilidade?

Com o avanço da medicina, dos tratamentos e diagnósticos mais aprimorados, uma série de técnicas surgiu para a preservação da fertilidade, ou seja, a mulher pode optar por alguns processos que vão ajudá-la a ser mãe mesmo que ela sofra com alguns problemas, tais como menopausa precoce ou mesmo algum tratamento agressivo como quimioterapia, entre outros.

Procedimentos para
Preservação da Fertilidade

Existem alguns procedimentos para a preservação da fertilidade. O congelamento dos óvulos é uma boa alternativa a ser considerada. Para que se obtenha sucesso, a mulher deve passar pelo mesmo procedimento da Fertilização In Vitro. Os ovários devem ser estimulados com medicamentos, o crescimento dos folículos ovulatórios é acompanhado pelo ultrassom para que depois possam ser colhidos. Após o procedimento são desidratados e congelados. Para preservação da fertilidade também é possível congelar o tecido ovariano. Para isso, é preciso tirar um dos ovários ou parte dele, que será fragmentado em pequenos grupos e congelado. Existe ainda outra alternativa para preservação da fertilidade: o congelamento dos embriões. Essa técnica só é indicada em casos extremos já o número de embriões formados normalmente é maior do que o utilizado. Porém embriões são considerados como seres vivos, portanto, não é possível descartar esse material. As opções são de doá-lo para outro casal ou para pesquisa científica.

Como Preservar a Fertilidade da Mulher

A mulher pode preservar sua fertilidade levando uma vida saudável, além de pelo menos uma vez por ano ir ao ginecologista e fazer todos os exames para checar se está tudo bem. É preciso prestar atenção às doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) que, em muitos, casos são silenciosas e só se manifestam quando já estão em estágio avançado. Elas são transmitidas principalmente por meio das relações sexuais e podem aparecer nas regiões genital, anal, oral e ocular, mas, em alguns casos, podem também se estender para outros órgãos. É importante salientar que afetam tanto as mulheres quanto os homens. São responsáveis por 25% das causas de infertilidade: 15% para as mulheres e 10% para os homens.

Sintomas que afetam a Fertilidade Feminina

É preciso ficar atento aos sintomas que afetam a fertilidade feminina. Já falamos sobre as doenças sexualmente transmissíveis que se não forem tratadas tornam-se vilões da fertilidade. Temos também a menopausa precoce que, normalmente, ocorre quando existe histórico na família. Além disso, doenças como câncer que exigem tratamento com quimioterapia ou radioterapia também prejudicam a fertilidade feminina.

Dr. Gilberto da Costa Freitas

Dr. Gilberto da Costa Freitas

Doutor em Medicina Reprodutiva pela USP, especialista em reprodução humana há quase 30 anos e possui excelência nos tratamentos.

Ver detalhes +
Fale com o Doutor